Notícias

Falta de água provoca reclamações de moradores

12/08/2017 às 09:48

Nesta semana, houve falta de água principalmente na região sul da cidade em decorrência de rompimento da adutora que sai do córrego feio até a estação de tratamento no bairro São Judas, na terça e quarta-feira (08 e 09). E a paralisação por dois dias acabou gerando transtornos principalmente no ponto final da rede de distribuição, que é no residencial Jardim Sul. O superintendente do Daepa, Wanderley Marra ressaltou que o reflexo de 04 horas em cada dia de paralisação no fornecimento é grande onde são necessários até quatro dias para normalizar todo sistema. O diretor lembra que os primeiros pontos a receber água são os próximos da estação de tratamento e até que chegue no último local de abastecimento, acaba ocorrendo os transtornos.

Marra, contundo, enfatizou mais uma vez que a autarquia está trabalhando para colocar em construção o projeto que sairá da ETA, que será um anel de alimentação que sai do bairro São Judas até o bairro Morada Nova para que não dependa da adutora que passa pela Avenida João Alves do Nascimento e distribui água para vários bairros da cidade antes de abastecer os reservatórios elevados.

Para que o abastecimento possa ser normalizado, os quatro conjunto de bombas estão em pleno funcionamento e havia a previsão para que houvesse a normalização até o início da noite desta sexta-feira, com possibilidade de demorar até domingo (13), devido ao consumo que é maior durante o final de semana. Com isso, Wanderley pede que haja conscientização dos moradores onde a água chega primeiro para não prejudicar toda a distribuição.

Renato Oliveira