Notícias

Pesquisa revela que brasileiro é contra alterar lei do aborto

03/08/2015 às 15:28

Maioria dos brasileiros é contrária à mudança na legislação sobre o aborto.

É o que revela uma pesquisa da empresa de pesquisa de mercado Expertise.

De cada dez entrevistados, seis concordam com a lei como é hoje.

A legislação atual permite o procedimento apenas em casos como estupro, risco de vida para a mãe ou fetos anencéfalos.

Apenas 23% são contra o aborto em qualquer circunstância e 16% são a favor de uma forma geral.

Ainda de acordo com o levantamento, 35% da população conhece alguma pessoa que já fez aborto clandestino.

O diretor da Expertise , Cristian Rid, demonstra preocupação com o alto número de mulheres que procuram esse tipo de operação.

O estudo fez algumas perguntas para os entrevistados, imaginando o que aconteceria se o aborto fosse legalizado.

Para 56% , se a prática fosse legalizada haveria uma banalização e algumas mulheres começariam a realizar abortos como método anticoncepcional.

O ginecologista e obstetra do Conselho Regional de Medicina de São Paulo, Sérgio dos Passos Ramos, concorda que haveria um aumento da procura.

Foram entrevistados 1.498 pessoas, de ambos os sexos, de todas as classes sociais e moradores de todas as regiões do país, durante o mês de junho